pt | en

 

Em resposta a um desafio lançado pela Coordenação Nacional para a Infeção VIH-Sida, a TESE, em parceria com a ABRAÇO, iniciou em Março de 2011 um projeto de dois anos denominado "Estudo de Caracterização da População Pediátrica Infetada pelo VIH".

Neste âmbito foi feito um retrato multidimensional de crianças e adolescentes infetados pelo VIH, residentes em Portugal Continental. Esta caracterização funciona agora como um barómetro da situação nacional, permitindo a identificação de necessidades e servindo como suporte de políticas de saúde pública multidisciplinares e coesas, que vão ao encontro das características específicas da população em causa e das suas necessidades concretas, evitando estratégias de intervenção desadequadas.

A metodologia utilizada para recolha e análise de dados foi a seguinte: 

- Entrevistas a adolescentes infetados e seus cuidadores

- Questionários online a adolescentes infetados e seus cuidadores

- Questionários online a instituições que prestam/prestaram apoio a esta população

- Questionários a profissionais de saúde que acompanham a população pediátrica infetada pelo VIH, em contexto hospitalar

 

O "Estudo de Caracterização da População Pediátrica Infetada pelo VIH" envolveu ainda a elaboração de um enquadramento teórico e a preparação de focus group com profissionais de várias áreas, a quem foram apresentados resultados preliminares e debatidas novas recomendações políticas.