pt | en

 

O estudo "Necessidades em Portugal: Tradição e Tendências Emergentes", realizado em Portugal entre entre 2008 e 2010, teve por objetivo mapear as necessidades sociais não satisfeitas no país.

Atendendo às diferentes especificidades territoriais na formulação de necessidades dos indivíduos e populações, as metas do estudo assentaram na necessidade de aprofundamento de perfis de necessidades emergentes. Foram colocadas questões como "O que falta para se ser feliz, vivendo em Portugal?", "De que já não abdicamos e de que precisamos ainda quando falamos de qualidade de vida?" e "Que exigências de inovação espreitam, na resolução de novas e velhas necessidades?". 

Esta investigação contou com o financiamento do POAT / FSE – QREN e com o apoio dos parceiros Instituto de Segurança Social, Centro de Estudos Territoriais (CET/ISCTE), Fundação Calouste Gulbenkian e Young Foundation.

 

Documentos disponíveis para consulta:

 

Enquadramento Teórico-Metodológico da Pesquisa (Setembro 2008)

Apresentação do Estudo (Dezembro 2008)

Relatório de Progresso (Janeiro de 2009)

Construção da Base de Dados (Janeiro 2009)

Resultados do Inquérito por Questionário (Junho 2009)

Súmula dos Resultados do Inquérito por Questionário (Junho 2009)