pt | en

Estudo do setor da Água em Moçambique

O abastecimento de água em Maputo pela empresa Águas de Moçambique (AdM) deparava-se em 2006 com alguns desafios nomeadamente no que se refere à recuperação dos custos do serviço de abastecimento, bem como a relação com os diversos pequenos operadores privados que abastecem pequenas áreas.

A TESE Sem Fronteiras realizou esta Assistência Técnica com o objetivo de: 1) identificar as melhores práticas internacionais ao nível da recuperação de custos e da relação com outros fornecedores de água informais, e 2) analisar a aplicabilidade destas melhores práticas ao caso específico da AdM em Maputo e elaborar recomendações.

Após a recolha e análise de informação e aplicação de inquéritos sobre as condições do abastecimento de água, foram desenvolvidos e apresentados potenciais modelos de negócio (incluindo relacionamento com os pequenos operadores privados) e desenvolvidas metodologias para recuperação de custos no contexto específico da AdM.

 

Avaliação do impacto das Bombas Manuais

O contrato para avaliação do impacto e desempenho das bombas manuais do tipo Afripump e pedestais Vergnet HPV 100 está a ser implementado pela TESE Sem Fronteiras em consórcio com as empresas Engidro e Hidra, no âmbito do Programa Nacional de Abastecimento de Água e Saneamento Rural (PRONOSAR), e enquadra-se na perspetiva mais geral de abastecimento de água a povoações rurais de Moçambique, em condições de sustentabilidade económica, ambiental e social.

As bombas Afripump e Vergnet foram implementadas fundamentalmente como iniciativas piloto tornando-se necessário fazer a avaliação do desempenho destas tecnologias e dos respetivos impactos e adequação às condições sócio-económicas existentes. Os resultados destas avaliações pretendem-se que sirvam para apoiar recomendações para a expansão ou não destes equipamentos a nível do território nacional.