pt | en

 

Comunicado de Imprensa

AA

O Nô Limpa Bafatá surgiu da preocupação com a situação dos resíduos sólidos na cidade. Consciente da importância de um ambiente mais limpo para a saúde pública, a TESE – Associação para o Desenvolvimento, desafiou o Governo Regional e a sociedade civil - através do Movimento da Sociedade Civil (MSC), do Conselho Regional de Juventude (CRJ) e dos Escuteiros, a analisarem a situação e juntos definirem ações prioritárias a realizar. Considerou-se prioritária a tomada de medidas de prevenção para redução do lixo produzido, face à falta de sistemas de gestão e tratamento na Guiné-Bissau.

Recentemente, a TESE apresentou um projeto ao Fundo de Pequenos Projetos da Embaixada de Portugal em Bissau, que foi aprovado para financiamento, no qual estão preconizadas várias atividades no sentido de se alcançar um impacto positivo no ambiente e na saúde pública, através da educação ambiental e da educação cívica. Essas atividades serão realizadas em parceria com os alunos da Escola de Formação de Professores; alfaiates da Associação de Alfaiates de Bafatá; vendedoras dos Mercados da Praça, Kirintin e Feracinho; Governo Regional de Bafatá; Movimento da Sociedade Civil; Conselho Regional da Juventude.

No dia 26 de agosto, às 10h00, nas instalações do Comité de Estado de Bafatá, terá lugar uma sessão pública para apresentação oficial do Nô Limpa Bafatá. Serão apresentados os objetivos, atividades e resultados esperados aos grupos-alvo, média e outros representantes da sociedade civil. Esta sessão já foi antecedida de uma plantação de árvores, simbólica, em duas escolas de Bafatá e na Praça, junto ao Rio Geba, pelo papel que têm enquanto agentes purificadoras do solo, da água e do ar e, por isso, também, na contribuição para uma cidade mais limpa e para a saúde pública, em geral.