pt | en

Instalação de sistemas Fotovoltaicos Autónomos em infra-estruturas agrícolas em São Tomé e Príncipe

A instalação de sistemas Fotovoltaicos Autónomos em infra-estruturas agrícolas em São Tomé e Príncipe (2014) enquadra-se no Programa de Apoio Participativo pela Agricultura Familiar e Pesca Artesanal (PAPAFPA), e visa acelerar a introdução de soluções energéticas renováveis e eficazes para as comunidades rurais em áreas marginalizadas.

A energia solar permitirá desenvolver actividades de transformação e comercialização de produtos agrícolas produzidos localmente, contribuindo para a melhoria das condições de vida de mulheres, crianças e homens que dependem da agricultura familiar como forma de subsistência.

Bambadinca Sta Claro - Programa Comunitário para Acesso a Energias Renováveis

Visa contribuir para que a região de Bafatá cumpra os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, em particular o ODM1 e ODM2, através da provisão de um serviço fiável e moderno de energia elétrica (objetivo geral). O projeto tem a duração de Outubro de 2011 a Março de 2015 e decorre na Vila de Bambadinca, Região de Bafatá, na Guiné-Bissau. Envolve como parceiros a Associação Guineense de Estudos e Divulgação de Tecnologias Apropriadas, o Instituto Superior Técnico de Lisboa e a Cooperação Portuguesa.  

 

Principais atividades:

• Atribuir a concessão do Serviço de Energia de Bambadinca à ACDB e definir o respetivo modelo de gestão

• Capacitar a ACDB e Direção Geral de Energia para a implementação do Modelo de Gestão

• Realizar assistência técnica à gestão, operação e manutenção Serviço Comunitário de Energia de Bambadinca

• Desenvolver uma campanha de sensibilização para a segurança e eficiência energética

• Capacitar eletricistas locais para boas práticas de eletrificação

• Construir a Central Fotovoltaica e garantir a extensão e renovação da rede elétrica existente

 

Resultados esperados:

R1: Modelo de gestão do Sistema Comunitário de Energia de Bambadinca, criado e implementado de forma participativa e a garantir a sua sustentabilitade.

R2: População de Bambadinca consciencializada para a Segurança e Eficiência Energética.

R3: População de Bambadinca com energia elétrica economicamente acessível, através de Sistema Descentralizado de Produção e Distribuição de Eletricidade de fonte de Energia Renovável em Bambadinca.